Reflexos passados

Me aproximei e vi pela janela uma criança correndo, caindo e levantando várias vezes. Ela rodopiava pela rua incansavelmente, apenas aproveitando aquele seu pequeno momento. Não planejava, muito menos questionava o dia de amanhã, apenas vivia. Para ela os seus dias não terminavam e o céu não escurecia, apenas mudava de cor. Como era bom ser quem ela era, sem agenda, compromissos ou precisar que um dia dure mais que 24 hrs para terminar seus afazeres, talvez só pra dar mais uma volta de patinete. Ela era rica, pois tinha o tempo como seu melhor amigo. O seu mundo real não precisava ser reconstruido, pois pra ela tudo era incrível e bonito do jeito que era, ela só precisava ser criança e se reinventar á cada dia para que um após o outro ela fosse mais feliz no que fazia de melhor… brincar. Quando me dei por conta, a menina estava recolhendo os seus brinquedos e indo embora, pisquei mais uma vez e ela se foi e diante de mim ficou apenas o meu reflexo, outra piscada e caraca… o tempo todo eu estava vendo a mim mesma.

IMAGEM: https://br.pinterest.com/

Anúncios

5 comentários em “Reflexos passados

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s